6 de maio de 2009

Me pergunto todos os dias... não podia ser mais simples?

"Você ama aquele cafajeste. Ele diz que vai e não liga, ele veste o primeiro trapo que encontra no armário (...) está sempre duro, e é meio galinha. Ele não tem a menor vocação para príncipe encantado e ainda assim você não consegue despachá-lo (assim, comofas? rs -n). Quando a mão dele toca na sua nuca, você derrete feito manteiga eu hein u_u. Por que você ama este cara?
Não pergunte pra mim, você é inteligente. Lê livros, revistas, jornais (...) mas sabe que uma boa comédia romântica também tem seu valor. É bonita. Seu cabelo nasceu para ser sacudido num comercial de xampu (mentira, e) e seu corpo tem todas as curvas no lugar hehehe parei -N. Independente? (...) gosta de viajar, de música, tem loucura por computador - fatão, hein? rs. Você tem bom humor, não pega no pé de ninguém e (parte retirada por conter conteúdo impróprio, hehe n). Com um currículo desse, criatura, por que está sem um amor? Quem dera o amor não fosse um sentimento, mas uma equação matemática: eu linda *-* + você inteligente, rs = dois apaixonados."

Nenhum comentário: